Cora Residencial
Constipação intestinal em idosos: o que é e como tratar?

Constipação intestinal em idosos: o que é e como tratar?

Geralmente, a quantidade de comida consumida em um dia é fracionada entre as três refeições básicas. Após um período em que o alimento foi ingerido, é natural que a digestão já tenha sido feita. Nessa hora é que vem a evacuação.

Parece tolo, mas algumas pessoas sofrem daquilo que é chamado de constipação intestinal ou, como é conhecida popularmente, prisão de ventre e intestino preso. Essas nomenclaturas identificam um distúrbio muito comum, que causa dificuldades na evacuação.

É importante ressaltar, quando se fala em evacuação, que não existe um padrão pré-determinado da quantidade de vezes que você deve ir ao banheiro durante a semana. Afinal, existem pessoas que a realizam de 3 a 12 vezes semanais.

Como posso identificar se um idoso está com constipação intestinal?

Por ser comum em todas as idades, os idosos também podem ser afetados pelo distúrbio. As causas são fáceis de serem percebidas.

Afinal, se esse diagnóstico foi observado, é porque a alimentação está deficiente em algum momento. As causas da constipação intestinal podem surgir com:

  • Dieta pobre em fibras
  • Ingestão de líquido inferior a seis copos de água por dia
  • Sedentarismo e a consequente falta de prática de exercícios
  • Consumo excessivo de proteína animal e de alimentos processados

Essas são as principais causas da ocorrência da prisão de ventre nas pessoas. Sabendo disso, é importante se atentar aos sintomas desse distúrbio.

Quais são os sintomas da constipação intestinal?

Quando algo desanda, seja no âmbito psicológico ou físico, o corpo dá sinais de que algo está errado e em desarmonia. Com a prisão de ventre não é diferente. Como qualquer complicação, ela também dá seus sinais.

Entre eles, estão:

  • Baixa frequência de evacuações
  • Dificuldade em se expelir as fezes ressecadas, duras e pouco volumosas
  • Dores durante a evacuação
  • Excesso de gases e inchaço abdominal
  • Sensação de esvaziamento incompleto dos intestinos
  • No caso de pessoas com demência, é possível que a pessoa tenha sonolência

Por isso, se atentar a esses sinais é o ideal para não deixar que a prisão de ventre se alastre e prejudique o bem-estar do idoso.

Existe tratamento para a constipação intestinal?

A constipação intestinal é algo muito incômodo para quem a possui, especialmente os idosos, que podem ficar chateados, com o humor alterado e com intensas dores abdominais.

Para evitar que esse diagnóstico apareça, existem algumas ações simples de serem adotadas, entre elas:

  • Ingestão de 25 a 30g de fibra por dia acompanhada de um consumo igualmente abundante de água.
  • Diminuir o consumo de alimentos refinados, tais como bolo, açúcar, doces, arroz branco, massas, pão branco e farinha de trigo refinada.
  • Reduzir ou até eliminar da alimentação a ingestão de alimentos ricos em gordura saturada e colesterol. Isso também reduz os riscos de contrair doenças de cunho cardiovascular.
  • Em casos extremos, é aconselhado ao idoso a utilização de supositórios ou a realização de lavagem intestinal. Porém, essa indicação deve ser feita por um médico.

A constipação intestinal parece algo simples, mas não é. Ela muda o humor e oferece sentimentos corporais desagradáveis.

Prestar atenção e saber quais as medidas cabíveis a serem tomadas garante o bem-estar, a autoconfiança e o conforto do idoso.

Conheça a Cora

A Cora é um Residencial para Idosos que prioriza o atendimento humanizado.

Para nós, todas as áreas da vida do idoso são importantes, portanto, cuidamos delas com uma equipe multidisciplinar, atividades com estímulo cognitivo, estrutura confortável e muito mais!

Entre em contato conosco e saiba tudo que a Cora tem para garantir o cuidado certo ao idoso.

4.7/5 - (224 votes)

Receba nossos conteúdos por e-mail

Compartilhe o post

Solicite Orçamento

Ligue para nós ou preencha o formulário.

Fale com a Unidade

Entre em contato com a Unidade Cora.

Para celebrar o Dia Mundial do Café, comemorado em 14 de abril, realizamos em nossas unidades uma deliciosa Oficina Culinária, com algumas variações dessa bebida que é presença marcante no dia a dia dos brasileiros.

Os residentes puderam provar receitas que trazem café, leite e outros ingredientes. Também foi ofertada uma nutritiva vitamina de banana e mel, que fez muito sucesso entre os moradores.

As bebidas foram enriquecidas com suplementos da marca Nestlé, que possuem proteínas, vitaminas e minerais essenciais para a saúde dos idosos.

No mês de março, recebemos em nossas Rodas de Conversa as nutricionistas Carolina de Senne, Joice Santana, Letícia Trigo, Luana Perucci e Thamiris Buitoni, que fazem parte das equipes multidisciplinares da Cora.

As profissionais apresentaram aos residentes o tema “Mitos e verdades sobre a alimentação” e esclareceram dúvidas sobre assuntos que fazem parte do cotidiano dos idosos.

A atividade contou com um divertido jogo de perguntas e respostas, onde os residentes puderam interagir por meio de placas elaboradas especialmente para a ação. 

Na semana passada, nossos residentes participaram de um animado Café Temático de Páscoa. A ação ocorreu em todas as unidades e contou com música, decoração especial e um cardápio diversificado, com frutas, pães e doces.

Receba nossos conteúdos por e-mail