prevencao-doencas-casa-de-repouso

Conheça armas poderosas para a prevenção da gripe e de outras doenças respiratórias

Sabe aquela sensação chata de dor no corpo e tosse? Pois é, podem ser os sinais da gripe chegando. Mas essa, infelizmente, não é a única doença que atinge nosso sistema respiratório. Asma, bronquite, pneumonia e agora a mais recente Covid-19 também são doenças respiratórias. Porém, hábitos simples, como a lavagem das mãos, auxiliam na prevenção da gripe e outras doenças respiratórias.

Primeiramente, é importante lembrar que existem muitos mitos sobre a gripe. Muitas vezes, ela é confundida com resfriados e outras enfermidades. Mas o que você precisa saber é que a gripe é causada pelo vírus Influenza, que se apresenta sob diferentes tipos, sendo o mais comum o H1N1.

Além disso, os idosos são mais suscetíveis a doenças respiratórias e, portanto, formam o grupo de risco das patologias. Isso porque o sistema imunológico responde mais lentamente à invasão de antígenos (vírus e bactérias) deixando o organismo mais fragilizado.

Só para se ter uma ideia, a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIM) estima que o vírus causador da gripe – o Influenza – atinja cerca de 5% a 10% dos adultos no mundo todos os anos. Portanto, ele é contagioso e pode comprometer a resposta imune do organismo, podendo abrir caminho para doenças mais graves, como a pneumonia.

Sendo assim, veja na sequência porque é tão importante resguardar a saúde do sistema respiratório.

Veja como funciona o sistema respiratório e a sua importância

O nosso sistema respiratório é composto por dois pulmões, nariz, garganta, boca, laringe, faringe e traquéia. Portanto, o conjunto é responsável por absorver oxigênio e expelir gás carbônico do organismo.

O oxigênio, por sua vez, entra na corrente sanguínea e auxilia o funcionamento do sistema circulatório, permitindo o trabalho de todo o nosso metabolismo.

Sendo assim, quando esse sistema é invadido por um agente externo, o processo todo se desequilibra, fazendo o indivíduo adoecer.

Nesse sentido, os pulmões se apresentam como um órgão vital por concentrarem a absorção e a expulsão de importantes gases.

Desse modo, as doenças pulmonares mais comuns relatadas entre os idosos são:

  • bronquite;
  • asma;
  • enfisema;
  • rinite;
  • câncer de pulmão;
  • sinusite;
  • gripe;
  • tuberculose;
  • pneumonia;
  • fibrose pulmonar.

Saiba porque os idosos são mais suscetíveis ao contágio de doenças respiratórias

Como você já notou, geralmente as pessoas com mais de 60 anos estão no grupo de risco de viroses e, portanto, têm prioridade nas campanhas de vacinação.

Mas isso acontece porque os idosos têm o sistema imunológico mais comprometido pelo envelhecimento. Além disso, nesta faixa etária são mais incidentes as doenças crônicas, cardiovasculares e degenerativas.

Os idosos ainda têm mais chance de desenvolver uma pneumonia após saírem de uma virose. Não que a gripe cause a pneumonia, pois os agentes causadores são diferentes. Mas certamente a gripe fragiliza ainda mais a imunidade e favorece o surgimento de catarro nos pulmões.

Por isso, dois aspectos são fundamentais quando o assunto é a saúde do idoso. O primeiro é que as pessoas com mais de 60 anos precisam tomar a vacina anual contra a gripe, e a segunda é abandonar o tabagismo para preservar a saúde dos pulmões.

Assim, a vacina da gripe, que começa a ser tomada anualmente em meados de março na rede particular, é produzida com base nos três subtipos de vírus Influenza que mais circularam no ano anterior em todo o Hemisfério Sul. Ela é, comprovadamente, a melhor forma de prevenção entre os idosos.

6 armas poderosas para a prevenção da gripe em idosos

Idosos e seus cuidadores, sejam eles familiares ou profissionais contratados, devem ficar atentos aos cuidados para se prevenir da gripe e outras doenças respiratórias. Veja, portanto, algumas medidas que devem fazer parte do dia a dia:

#1 – Tomar água: a pessoa idosa esquece-se de tomar água ou simplesmente não gosta porque as papilas gustativas ficam comprometidas com a idade, podendo até alterar o gosto da bebida.

Mas é fundamental que ela tome pelo menos dois litros diariamente para expulsar as toxinas do corpo e fortalecer o sistema imunológico.

#2 – Lavar as mãos: muito difundido devido à pandemia da Covid- 19, o hábito de lavar as mãos evita a entrada de microorganismos pelas vias áreas superiores. Portanto, lave as mãos com água e sabão ou com álcool gel 70% após chegar da rua, antes de comer, após brincar com animais, depois de usar o banheiro e sempre que se lembrar.

#3 – Ter uma alimentação saudável: não adianta recorrer a alimentos com vitamina C apenas na entrada do inverno. É preciso, durante o ano inteiro, ter uma dieta saudável, com antioxidantes, vitaminas, sais minerais e fibras.

#4 – Limpar o ambiente – a higienização impede a proliferação de microorganismos. Por isso, além de lavar as mãos é crucial estar num ambiente salubre. Afinal, um inimigo que está em nossas casas é o ácaro. Ele causa alergia respiratória que, por sua vez, provoca coriza que se torna uma porta de entrada para vírus e bactérias.

#5 – Evite aglomerações – Como os vírus e bactérias são elementos invisíveis a olho nu, não é possível saber quem está contaminado e poderá transmiti-los. Por isso, evite aglomerações e mantenha pelo menos um metro de distância das demais pessoas.

#6 – Tome a vacina – A vacina que protege contra o vírus Influenza é usada em larga escala para evitar o contágio que ocorre especialmente nos meses de abril a outubro. O idoso, portanto, deve ser imunizado todos os anos para receber a proteção contra o vírus que está em circulação.

Concluindo

Para concluir, a prevenção da gripe depende de um esforço individual e coletivo, pois todos devem evitar a propagação do vírus tomando medidas como cobrir o rosto ao espirrar e muitas outras ações, enquanto que cada indivíduo deve se vacinar para dificultar a circulação do vírus Influenza.

As medidas de precaução também valem para as outras doenças respiratórias. Afinal, deve-se fortalecer as defesas do organismo dos idosos para evitar o risco de internações e possíveis evoluções negativas das enfermidades.

Portanto, quando se fala em algumas medidas de prevenção, como a higienização e a ventilação natural dos ambientes, a Cora Residencial Sênior é especialista.

Afinal, todas as unidades têm álcool gel 70% para estimular a higienização das mãos, e os ambientes são arejados para evitar a concentração de microorganismos. Além disso, os residentes recebem uma alimentação rica em substâncias que aumentam a imunidade, como as vitaminas C e D.

Afinal, somos uma instituição de longa permanência projetada e adaptada especialmente para a moradia de pessoas com mais de 60 anos. Quer conhecer melhor nossa estrutura? Acesse o site e entre em contato conosco.

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência. A sua esquerda se especifica quais cookies e scripts são utilizados e como eles afetam a sua visita. Você pode alterar a sua configuração a qualquer momento.

Para saber mais sobre a nossa Política de Privacidade, acesse: https://www.clinicasaintemarie.com.br/politica-de-privacidade

Essas configurações se aplicarão apenas ao navegador e ao dispositivo que você está usando no momento.

Em particular, este site utiliza o Google Analytics, um serviço de análise web fornecido pela Google, Inc. com sede nos Estados Unidos, com sede em 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, ca 94043.

Para a prestação destes serviços, o Google utiliza cookies que coletam informações, incluindo o endereço IP do usuário, que será transmitida, tratada e armazenada pelo Google nos termos fixados na web Google.com. Isso inclui a possível transmissão de tais informações a terceiros por motivos de exigência legal ou quando estes terceiros processem a informação por conta do Google.

Para consultar o tipo de cookie utilizado pelo Google, além do cookie do Google+ e Google Maps na url abaixo:
>>>https://policies.google.com/technologies/types?

O Google Ad utiliza cookies para exibir anúncios personalizados neste site. Você pode desativar o uso do cookie DART através do anúncio do Google ou acessando diretamente este link https://support.google.com/adsense/troubleshooter/1631343?hl=pt-BR.

Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios quando visita o nosso website. É possível que estas empresas utilizem a informação que recebem de suas visitas a este e a outros websites (sem incluir o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) para lhe fornecer anúncios sobre produtos e serviços que lhe são de interesse.

Ao usar este site, você concorda com o processamento de dados pelo Google na forma e para os fins indicados.

Cookies de redes sociais podem ser armazenadas no seu navegador enquanto você navega pelo blog, por exemplo, quando você usa o botão de compartilhar um artigo em alguma rede social.

As empresas que geram esses cookies correspondentes as redes sociais que utiliza este blog tem suas próprias políticas de cookies:

Cookie do Linkedin, segundo o disposto em sua Política de cookies.
->https://www.linkedin.com/legal/cookie-policy?trk=hp-cookies

Cookie de Facebook, de acordo com o disposto em sua Política de cookies.
->https://www.facebook.com/policies/cookies/

Cookie do YouTube, de acordo com o disposto em sua Política de cookies.
->https://policies.google.com/technologies/cookies?hl=pt

Cookie de Instagram, segundo o disposto em sua Política de cookies.
->https://help.instagram.com/1896641480634370?ref=ig

Assim, as implicações de privacidade serão em função de cada rede social e dependem da configuração de privacidade que tenha nessa rede.

Em nenhum caso podemos obter informações de identificação pessoal de cookies.

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência.