Quando um idoso apresenta dificuldades para realizar tarefas simples do cotidiano, é comum que as famílias façam um revezamento para auxiliá-lo ou busquem apoio em um cuidador profissional.

Essa alternativa, inclusive, traz mais tranquilidade ao dia a dia, promovendo segurança e conforto ao idoso e as pessoas próximas.

É importante ressaltar, no entanto, que nem sempre as famílias e os cuidadores profissionais conseguem desenvolver atividades de estímulos físicos e cognitivos, essenciais para o bem-estar e a qualidade de vida. 

Com isso, a rotina do idoso pode ficar desgastada e o sedentarismo pode contribuir para o agravamento de seu quadro clínico.

Quais atividades podem ser incluídas na rotina do idoso?

O cuidador é o profissional responsável por verificar diariamente o estado de saúde do idoso e auxiliá-lo em tarefas do cotidiano. Por vezes, um familiar assume essa função e acaba encontrando obstáculos, devido à falta de tempo ou conhecimento.

O idoso que recebe esse tipo de apoio passa longos períodos em casa e sente falta de momentos de diversão e interação social. 

Por isso, listamos abaixo algumas atividades de estímulo cognitivo essenciais no cotidiano do idoso e que podem ser desenvolvidas no conforto do lar:

Cora em Casa

Neste artigo, falamos sobre algumas atividades que podem ser realizadas no lar atual do idoso e de seus diversos benefícios. Ressaltamos também a importância de cuidadores profissionais e familiares estarem preparados para proporcionar momentos de diversão ao idoso. 

Em um Residencial para Idosos, como a Cora, os moradores participam diariamente de atividades de estímulo físico e cognitivo, desenvolvidas por profissionais especializados. 

Sabemos que nem todas as famílias estão preparadas para uma mudança neste momento, o que é muito comum. Pensando nisso, criamos a Cora em Casa, onde proporcionamos os mesmos cuidados e atividades, que já ocorrem no residencial, no lar atual do idoso.

Entre em contato para saber mais!