Como-escolher-o-aparelho-auditivo-ideal

Como escolher o aparelho auditivo ideal?

O aparelho auditivo está sendo cada vez mais usado. Com a idade, a audição dos idosos é gradativamente prejudicada, podendo causar até mesmo a perda total dos sentidos auditivos. 

A presbiacusia, nome científico para surdez, acontece quando as células auditivas têm um desgaste fisiológico. Geralmente, ela se agrava justamente a partir dos 60 anos. Porém, o problema pode começar antes e, por isso, é importantíssima a detecção rápida. Após isso, poderão ser criadas algumas soluções, que vão desde o tratamento através de visitas ao Otorrino, até o uso de aparelhos auditivos.

Para escolher o aparelho ideal para a necessidade do idoso, confira agora os tipos de aparelhos auditivos:                                                                                

Tipos de aparelhos auditivos

  • Retroauricular (BTE): Por ser o mais versátil no que se refere a recursos e frequências, o aparelho auditivo Retroauricular é o mais utilizado de todos. Posicionado atrás da orelha, ele transmite um som que chega próximo ao tímpano. Pode ser utilizado em praticamente todos os tipos de perda da audição;
  • Intra-auricular (ITE): Conta com um botão de controle manual, além de ter um design que preenche toda a concha da orelha. Também pode ser utilizado em todos os tipos de surdez;
  • Zumbido: Sendo uma das tecnologias mais avançadas em aparelhos auditivos até o momento, ele diminui o zumbido causado pela surdez através de terapias. E, além disso, possui recursos de redução de ruídos, conversas com foco automático e aumento da voz de quem fala;
  • Intracanal (ITC): Possui um recurso de aumento e diminuição do volume e fica posicionado dentro do canal auditivo. Por isso, é parcialmente visível;
  • Receptor-no-canal (RIC): A principal vantagem deste aparelho auditivo é o tamanho. Por ser em miniatura, o ouvido não fica completamente coberto, ou seja, o som é escutado mais naturalmente;
  • Microcanal (CIC): Indicado apenas para as perdas mais leves, ele é quase “invisível”. Infelizmente, há restrições para pessoas com o sistema auditivo mais estreito. 
  • Aparelhos CROS: Quando o aparelho possui este tipo de tecnologia, é possível que o deficiente auditivo unilateral (surdo de um só ouvido) consiga utilizá-lo, coisa que há pouco tempo atrás não era possível.

Benefícios do aparelho auditivo para o idoso

Agora que você já sabe o que é um aparelho auditivo e seus tipos, veja alguns dos benefícios dele para os idosos:

  • Saúde mental: A perda da audição pode levar muitos idosos a se sentirem reprimidos e tristes, podendo até mesmo chegar à depressão. Ouvindo melhor através de um aparelho auditivo, esses riscos diminuem consideravelmente;
  • Diminuição do risco de Alzheimer: Segundo alguns institutos médicos, a perda da audição aumenta a incidência de ilusões, característica comum e extremamente prejudicial dessa doença neurodegenerativa e, claro, um aparelho auditivo auxilia nisso;
  • Melhor audição: Esse é um benefício que pode até parecer óbvio, mas é uma realidade. A melhor audição é justamente o que leva o idoso a querer adquirir um aparelho auditivo.

Cora Residencial Senior: Conheça!

A Cora é um residencial para idosos chegou para revolucionar tudo o que pensamos sobre instituições que cuidam de idosos.

Entre os nossos diferenciais, temos orgulho de disponibilizar uma equipe multidisciplinar, contendo médicos geriatras, nutricionistas, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas e cuidadores, visando cobrir todas as áreas da vida do idoso.

E aí? Gostou? Quer saber mais sobre nossos benefícios?

Entre em contato conosco e tenha o melhor cuidado possível para o seu familiar idoso!

Receba nossos conteúdos por e-mail

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Receba nossos conteúdos por e-mail

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência.