alzheimer-casa-de-repouso-para-idosos-sao-paulo

Veja 9 dicas de filmes sobre Alzheimer para assistir na quarentena

Como o Alzheimer é uma das doenças mais incidentes entre os idosos, uma dica é aproveitar o período de isolamento social para se informar melhor sobre a doença assistindo a filmes que tratam do assunto. Por isso, nós da Cora Residencial Sênior separamos dicas de filmes que falam sobre Alzheimer e longevidade para você assistir e se emocionar com lindas histórias.

Mas antes vamos lembrar que o Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que afeta as células cerebrais, prejudicando a memória e as atividades cognitivas.

E, então, vamos às dicas? Acompanhe a seguir.

  1. A Família Savage (2007)

O filme A Família Savage, lançado em 2007, conta a história dos irmãos Wendy (interpretado por Laura Linney) e Jon Savage (vivido pelo ator Philip Seymour Hoffman) que voltam a viver juntos depois de saberem que têm de cuidar do pai Lenny (Philip Bosco), com Alzheimer.

Wendy é dramaturga, e Jon é professor. Eles não convivem desde a infância, porém voltam a conversar e a se relacionar devido à doença do pai. O filme mostra o drama de familiares que, com suas diferenças, têm que se unir para apoiar o pai com a enfermidade.

  1. Longe dela (2006)

O casal Grant (interpretado por Gordon Pinsent) e Fiona (vivido por Julie Christie) vive uma união feliz no filme Longe dela. Até que Fiona é diagnosticada com Alzheimer e procura uma clínica geriátrica.

Uma das regras da clínica é não receber a visita de familiares no primeiro mês de internação. Após o período, Grant a visita, mas ela não o reconhece. E, o pior, Fiona se apaixona por outro homem e Grant tem que lidar com o sentimento de ser apenas o seu amigo.

  1. A vida em post-it (2012)

Situações corriqueiras, como achar a chave certa para abrir a porta de casa, são escritas em post-its e espalhadas pela casa. Os lembretes são feitos pela personagem Christine, que é diagnosticada com Alzheimer. Ela mora sozinha e não quer depender de ninguém. Por isso, escreve os bilhetes enquanto está se lembrando das atividades diárias. Portanto, o documentário A vida em post-it, lançado em 2012 pela BBC, retrata tão bem as questões morais envolvendo a doença.

  1. Iris (2001)

O filme Iris, lançado em 2001, é baseado na história real da escritora irlandesa Iris Murdoch, que teve Alzheimer durante o envelhecimento. O roteiro mescla fatos das personagens Iris (interpretada por Kate Winslet na juventude e Judi Dench na maturidade) e o marido John Bayley (Hugh Bonneville/ Jim Broadbent), vividos na juventude e na longevidade. O diagnóstico, portanto, traz novos desafios ao casal.

  1. A moment to remember (2004)

A história de Su-jin é relatada no filme A moment to remember, lançado em 2004 na Coreia do Sul. Ela vive o diagnóstico precoce de Alzheimer, enquanto que seu marido Chul-soo não consegue lidar com os novos desafios da doença. O filme, portanto, emociona ao relatar, ao mesmo tempo a história de amor do casal e a dificuldade de enfrentar a nova realidade.

  1. Amor (2012)

O filme Amor, de 2012, apresenta o drama da protagonista Anne (Emmanuelle Riva) que descobre ter Alzheimer após sofrer um derrame que paralisou um lado do corpo.

Anne, até então, vivia uma vida cheia de amor e sonhos com o marido Georges (Jean-Louis Trintignant). Os dois são musicistas, bem como a filha, que vive em outro país. Com o surgimento da doença, o casal enfrenta uma nova e desafiadora rotina.

  1. Para sempre Alice (2015)

Um dos filmes que abordam a Doença de Alzheimer é Para sempre Alice, lançado em 2015. O roteiro apresenta o drama vivido pela professora da Universidade de Harvard, Alice Howland, que é especialista em linguística.

Alice está feliz e realizada, por tudo que conquistou na sua carreira acadêmica e na vida pessoal e familiar, quando descobre precocemente que é portadora de Alzheimer e tem que refazer todo o seu modo de vida.

  1. Viver duas vezes (2019)

O longa Viver duas vezes, exibido na Netflix, traz a história do ex- professor de matemática, Emílio (vivido por Oscar Martínez), que descobre estar com Doença de Alzheimer e quer reencontrar um antigo amor antes que perca a memória. O filme aborda, com muita sensibilidade, o envolvimento e os dramas enfrentados por Emílio evpelos familiares diante da doença.

  1. Diário de uma paixão (2004)

O filme Diário de uma paixão relata a história de amor do casalbAllie (Rachel McAdams) e Noah (Ryan Gosling), separados pelobpreconceito dos pais de Allie, que não aceitavam Noah pelo fato devele ser pobre. Mas, além do amor proibido, uma das temáticas maisbimportantes do filme é o Alzheimer. O enredo começa com umvresidente de um asilo (vivido por James Garner) lendo o diário paraboutra interna (interpretada por Gena Rowlands), que tem Alzheimer.

Relembre os principais sintomas e estágios do Alzheimer

Como muitos filmes mostram, a Doença de Alzheimer age apagando alguns registros da memória do paciente. Sendo assim, aos poucos, o portador se esquece das palavras, dos reflexos mais importantes e das pessoas.

A doença, portanto, tem evolução gradativa, e se apresenta sob 4 estágios principais:

  • inicial;
  • intermediária;
  • agravada;
  • terminal.

Nesse sentido, a fase inicial tem sintomas brandos, mas que acendem o sinal de alerta, como pequenos esquecimentos e mudanças de humor.

Já na fase intermediária, o idoso se torna mais dependente nas suas atividades corriqueiras que até então realizava sozinho.

Ao passo que na fase agravada, o portador do Mal de Alzheimer fica mais debilitado, permanecendo acamado. Na fase terminal, por sua vez, o paciente exige mais cuidados, tendo problemas para se alimentar e adquirindo outras comorbidades.

Atualmente, estima-se que haja 35,6 milhões de pessoas com Alzheimer em todo o mundo, sendo aproximadamente 1,2 milhão no Brasil, conforme a estimativa da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz).

Gostou das nossas dicas de filmes? Aqui na Cora nós também temos sessões de cinema com filmes de vários gêneros para os nossos residentes.

Se você deseja conhecer melhor a Cora, aproveite para seguir nossa página no Facebook e ficar por dentro das nossas notícias.

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência. A sua esquerda se especifica quais cookies e scripts são utilizados e como eles afetam a sua visita. Você pode alterar a sua configuração a qualquer momento.

Para saber mais sobre a nossa Política de Privacidade, acesse: https://www.clinicasaintemarie.com.br/politica-de-privacidade

Essas configurações se aplicarão apenas ao navegador e ao dispositivo que você está usando no momento.

Em particular, este site utiliza o Google Analytics, um serviço de análise web fornecido pela Google, Inc. com sede nos Estados Unidos, com sede em 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, ca 94043.

Para a prestação destes serviços, o Google utiliza cookies que coletam informações, incluindo o endereço IP do usuário, que será transmitida, tratada e armazenada pelo Google nos termos fixados na web Google.com. Isso inclui a possível transmissão de tais informações a terceiros por motivos de exigência legal ou quando estes terceiros processem a informação por conta do Google.

Para consultar o tipo de cookie utilizado pelo Google, além do cookie do Google+ e Google Maps na url abaixo:
>>>https://policies.google.com/technologies/types?

O Google Ad utiliza cookies para exibir anúncios personalizados neste site. Você pode desativar o uso do cookie DART através do anúncio do Google ou acessando diretamente este link https://support.google.com/adsense/troubleshooter/1631343?hl=pt-BR.

Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios quando visita o nosso website. É possível que estas empresas utilizem a informação que recebem de suas visitas a este e a outros websites (sem incluir o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) para lhe fornecer anúncios sobre produtos e serviços que lhe são de interesse.

Ao usar este site, você concorda com o processamento de dados pelo Google na forma e para os fins indicados.

Cookies de redes sociais podem ser armazenadas no seu navegador enquanto você navega pelo blog, por exemplo, quando você usa o botão de compartilhar um artigo em alguma rede social.

As empresas que geram esses cookies correspondentes as redes sociais que utiliza este blog tem suas próprias políticas de cookies:

Cookie do Linkedin, segundo o disposto em sua Política de cookies.
->https://www.linkedin.com/legal/cookie-policy?trk=hp-cookies

Cookie de Facebook, de acordo com o disposto em sua Política de cookies.
->https://www.facebook.com/policies/cookies/

Cookie do YouTube, de acordo com o disposto em sua Política de cookies.
->https://policies.google.com/technologies/cookies?hl=pt

Cookie de Instagram, segundo o disposto em sua Política de cookies.
->https://help.instagram.com/1896641480634370?ref=ig

Assim, as implicações de privacidade serão em função de cada rede social e dependem da configuração de privacidade que tenha nessa rede.

Em nenhum caso podemos obter informações de identificação pessoal de cookies.

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência.