Quando institucionalizar um idoso

Quando institucionalizar um idoso

Em alguns momentos da vida precisamos tomar decisões que podem transformar o cotidiano.

Esse cenário é comum e constantemente vivido por aqueles que chegam na maturidade, período em que podem precisar de auxílio constante para a realização de tarefas, o que é normal no processo de envelhecimento.

Com uma rotina agitada, sabemos que nem sempre os familiares e amigos possuem tempo suficiente para ajudar a o idoso em seu cotidiano e, neste momento, surge a necessidade de encontrar uma alternativa em apoio e cuidados.

Como saber a hora certa de institucionalizar um idoso?

Apesar de difícil, essa pode ser a melhor decisão a ser tomada para garantir a qualidade de vida e o bem-estar do idoso.

E, se ainda existe dúvida sobre qual o momento ideal para institucionalizar o idoso, existem situações no cotidiano que ajudam a identificar essa necessidade.

São elas:

  • O idoso tem Alzheimer, AVC ou doença que peça atenção e cuidados redobrados e especializados;
  • A família possui uma rotina agitada e com pouco tempo livre para ficar em casa;
  • Quando, por alguma razão, uma pessoa não qualificada ficou responsável por oferecer cuidados e atenção ao idoso;
  • Nos momentos em que a família terá de se ausentar por longos ou indeterminados períodos;
  • No momento em que a pessoa sênior precisa de reabilitação, após uma internação.

Quando uma dessas realidades for presenciada, é o momento certo para estudar a possibilidade de procurar apoio.

Mas como saber se a Instituição de Longa Permanência para Idosos é qualificada?

Ao procurar por uma instituição, o que se espera é que ela ofereça, além de comodidade e conforto, atenção ininterrupta.

É verdade que, por vezes, alguns fatores podem passar despercebidos no momento de avaliar qual a melhor instituição. Por isso, fique atento e opte por um local que:

  • Respeite as diretrizes do Estatuto do Idoso;
  • Mantém as dependências devidamente higienizadas;
  • Disponibilize a todos os idosos roupas de cama e banho limpas;
  • Tenha barras de apoio em ambientes como escadas, corredores e banheiros, para aumentar a segurança;
  • Ofereça, ao todo, seis refeições por dia;
  • Não possua degraus ou qualquer desnível no chão, impedindo que o idoso venha a tropeçar ou cair;
  • Disponibilize momentos de lazer e interação, além de respeitar as orientações culturais e religiosas de cada pessoa;
  • Libere a visitação de familiares a qualquer momento do dia.

Se a instituição de longa permanência estiver de acordo com esses itens, o idoso certamente estará bem cuidado e na estrutura necessária.
É importante ter em mente que procurar por uma casa de repouso ou um residencial não é sinal de falta de carinho. Pelo contrário, é sinal de que o idoso é querido e merece melhor qualidade de vida.

Escolha a Cora Residencial Senior!

A partir do momento em que se decide institucionalizar um idoso, é necessário que seja escolhida a melhor opção, para que a qualidade de vida e o bem-estar sejam preservados.
A Cora é um Residencial para Idosos que conta com estrutura completa e adaptada, equipe de multiprofissionais que são especializados no cuidado e atividades de socialização, importante para a manutenção da saúde mental.

Entre em contato conosco para saber mais!

Receba nossos conteúdos por e-mail

Compartilhe o post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Receba nossos conteúdos por e-mail

Este site utiliza cookies e scripts externos para melhorar a sua experiência.